Notícias | 06.04.2017 - 3:05 am


“A novela me aproximou mais da leitura bíblica”4 min read

Em entrevista exclusiva à Folha Universal, o ator César Pezzuoli fala de fé e do desafio de interpretar Zabaia, de O Rico e Lázaro, o vilão mais difícil de sua carreira

“A novela me aproximou mais da leitura bíblica”4 min read

A novela O Rico e Lázaro, da Record TV, tem mantido o sucesso de audiência, desde sua estreia, que aconteceu no mês de março. De lá para cá, os vilões da produção têm despertado a ira dos telespectadores, por causa de tantas maldades que fazem.

O vilão Zabaia, vivido pelo ator César Pezzuoli (foto abaixo), é um bom exemplo – ou não tão bom – de maldade e frieza. No início da trama, Zabaia, que é um comerciante de origem Assíria, fica viúvo e, para obter dinheiro, logo vende a filha adolescente, Sammu Ramat (Julia Maggessi) para um desconhecido. O que ele não esperava era reencontrar a garota, anos depois, já na fase adulta, interpretada pela atriz Christine Fernandes, que fica frente a frente com o pai que a abandonou quando ainda jovem.

Sem o menor arrependimento, Zabaia vê aí uma oportunidade de chantageá-la, já que a filha se tornou sacerdotisa e tem grande influência no reino da Babilônia. Nenhuma menina de origem humilde poderia se tornar sacerdotisa, somente as nobres. Com isso, o pai consegue fazer com que ela arrume um emprego para ele na taberna Casa da Lua e começa a usar a filha para conquistar tudo que deseja, já que ameaça revelar quem ela é, caso não o ajude.

Um personagem desafiador

O vilão tem provado ao público que não tem nada de bom. Mas quem conta mais detalhes do personagem é o ator, em entrevista exclusiva à Folha Universal.

“Zabaia é meu primeiro personagem bíblico. é desafiador para mim. Eu vim de um personagem de boa índole em Escrava Mãe, então receber esse papel foi um desafio. Queria muito acreditar que durante a novela ele pudesse mudar, despertar um lado bom. Perguntei para a direção se era possível deixar o personagem com o coração mais mole, mas isso não aconteceu (risos). Esse personagem, sem dúvida, tem sido um grande aprendizado para a minha carreira”, relata.

Questionado sobre as maldades de Zabaia, César explica melhor as atitudes de seu personagem. “Naquela época os valores eram outros. Era tudo em torno de se dar bem”, conta. Mas o ator também reconhece que Zabaia tem uma visão muito fria das coisas. “O fato dele ter vendido a própria filha já foi algo forte. Na minha cabeça é difícil isso, pois tenho um filho pequeno e isso está totalmente fora da minha realidade”, completa.

Para César, embora o personagem não faça parte da Bíblia, ele tem uma grande missão a passar ao público. “A proposta é fazer com que essas ideias do personagem, sejam elas boas ou ruins, despertem o espectador a ponto de gerar opiniões”, conta.

A experiência de vida

O ator também tem aprendido bastante com o comportamento de seu personagem, mas se considera um homem bem diferente dele. “Sou um cara de fé, de muita fé. Fazer essa novela me levou a saber mais sobre esse assunto e essa época. Eu me aproximei mais da leitura bíblica e sempre que possível eu vou à igreja. Inclusive gosto muito das palestras realizadas pelo bispo Jadson Santos”, revela.

Mesmo com 43 anos de atuação, ele afirma que cada personagem que interpreta lhe traz um novo aprendizado. “Quando o ator faz um papel diferente da sua realidade transita por um universo maior, adquire maturidade na carreira e como pessoa”, assegura.

A emissora

Ao entrevistá-lo foi notória, em seu tom de sua voz, a felicidade de interpretar Zabaia. Ele agradece a Record TV pela oportunidade de fazer uma novela bíblica e comenta da ousadia da emissora em mudar o foco da teledramaturgia brasileira. “O caminho escolhido pela Record TV é maravilhoso. Até então, ninguém tinha feito uma novela bíblica e a emissora faz e muito bem-feito. é isso que as pessoas precisam, ter uma visão diferente das coisas, encarar a vida com mais fé. A novela tem transmitido esse conhecimento ao público”, finaliza.

César não pode revelar muitos detalhes do que acontecerá com seu personagem, mas já sabemos que muitas maldades ainda virão. Então, fique ligado na tela da Record TV, de segunda a sexta-feira, às 20h30.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Maiara Máximo / Foto: Munir Chatack 


reportar erro